Saiba como abrir uma empresa de prestação de serviços em São Paulo com sucesso.

Passo a passo sobre como abrir a sua empresa de prestação de serviços com êxito

Entenda os passos para abrir uma empresa de prestação de serviços em São Paulo. Leia o nosso artigo para saber mais. 

Abrir um novo negócio é o desejo de muita gente! Por isso, se esse é o seu desejo, confira neste artigo como abrir uma empresa de prestação de serviços em São Paulo com êxito.

Conquistar a independência e tornar-se o seu próprio chefe parece tentador. E para que isso aconteça, você precisa conhecer os procedimentos corretos. Portanto, não perca tempo!

Aproveite a oportunidade e conheça o passo a passo para estruturar o seu negócio, lendo o nosso artigo até o final!

Prestadora de serviços: tudo o que você precisa saber! 

Uma empresa prestadora de serviço é aquela que realiza atividades tais como limpeza, manutenção, atendimentos e pode ser requisitada por pessoa física ou jurídica. 

Abrir um negócio em áreas como essas pode ser algo extremamente motivador, ainda mais se você possui alguma experiência nesse ramo. O investimento inicial não precisa ser muito alto, mas é necessário a realização de um planejamento estratégico para a boa estruturação do estabelecimento. 

Antes de saber sobre as etapas para fazer a sua prestadora de serviços funcionar, inspire-se com algumas áreas que estão em alta no mercado:

  • banho e tosa;
  • manicure e pedicure;
  • limpeza empresarial;
  • fotografia e;
  • contabilidade.

Após definir a sua área de atuação, chegou a hora de saber como abrir uma empresa de prestação de serviços em São Paulo.

Como abrir um negócio em São Paulo?

Parece uma tarefa difícil, mas não é! São Paulo é uma cidade  que cresce a cada dia e com muitas possibilidades.

Com organização e conhecendo o passo a passo, você conseguirá obter sucesso e iniciar o seu negócio. Nesse sentido, contar com o auxílio de uma equipe de contabilidade contribuirá diretamente para um resultado mais eficaz.

A partir daí,  o andamento dos trâmites será agilizado e cumprirá todas as normativas vigentes.

Portanto, inicialmente, você precisará passar por três etapas:

  • consultar a viabilidade para o local e registro nos órgãos competentes;
  • cadastro do CNPJ e demais providências para que a “identidade legal” da empresa seja criada;
  • dar entrada nas licenças de funcionamento para início das atividades.

Uma sugestão para quem for começar é abrir uma empresa de pequeno porte com regime em formato MEI. Essa categoria dispensa o auxílio de um contador e pode ser feita online. Para isso, basta  acessar o Portal do Empreendedor e verificar os pré-requisitos para se enquadrar nesse tipo de regime. 

Processo facilitado 

A Prefeitura de São Paulo criou um site chamado Empreenda Fácil, vinculado ao sistema REDESIM, onde você encontrará todos os passos para o processo de abertura de empresa.

O REDESIM, Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, foi desenvolvido para facilitar o registro das novas empresas nas três esferas: nacional, estadual e municipal.

A proposta dessa plataforma é acelerar os trâmites e com isso, a abertura da sua empresa pode ocorrer em até 4 dias. Só de pensar que antes a média era de 100 dias, isso já causa um verdadeiro alívio, não é?!

Desde junho de 2020, o sistema comporta todo o ciclo de vida da empresa, como a abertura, alteração, regularização, licenciamento e baixa.

Consulta prévia

No próprio site do Empreenda Fácil, você poderá realizar a consulta de viabilidade do nome a ser colocado na sua prestadora de serviços.

Essa consulta também visa aprovar ou não a localização do empreendimento físico.

Para o preenchimento do formulário, será necessário informar a natureza jurídica do negócio, atividades desempenhadas e forma de atuação.

O resultado e acompanhamento é totalmente online.

Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica

O Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica conhecido como CNPJ é a identidade da empresa.

Depois de aprovada a viabilidade do nome e local, você irá acessar o site da Receita Federal e preencher outro formulário chamado DBE para oficializar o seu cadastro e obter o CNPJ. O sistema utilizado é o Coletor Nacional.

Será necessário fornecer inúmeras informações a respeito do negócio que deseja abrir e incluir o número recebido no processo anterior, da efetivação da consulta prévia.

Após a aprovação do pedido, você terá o DBE (Documento Básico de Entrada) do CNPJ para apresentação na esfera comercial do estado e da prefeitura. Com isso, todos os órgãos envolvidos poderão consultar as suas informações via sistema.

Todo o empresário precisa de um CNPJ para estar regularizado, emitir notas fiscais, realizar grandes compras, prestar serviços para pessoas jurídicas e contratar funcionários.

Realize o registro da sua empresa

A etapa seguinte é o registro nos órgãos competentes: junta comercial, OAB ou cartório.

Para a sua prestadora de serviços é necessário realizar a inscrição municipal na Prefeitura de São Paulo para emitir nota fiscal e recolher o ISS, imposto sobre serviço, devido.

Licenciamento

O licenciamento será concedido para as empresas que cumprirem os requisitos da vigilância sanitária, controle ambiental, segurança das instalações e demais regras previstas em lei.

Será necessário o ALF, auto de licença de funcionamento e CLI, certificado de licenciamento integrado, para os órgãos de São Paulo.

As empresas de baixo risco conseguem emitir o certificado de forma online, pela própria plataforma REDESIM.

Conte com um contador

Todo o processo foi simplificado a fim de fomentar a economia do país e viabilizar oportunidades para o surgimento de novos negócios.

Porém, a burocracia e as nuances das leis continuam complexas e extensas e, por isso, contar com um contador é a melhor estratégia que você pode buscar para iniciar a sua empresa com sucesso.

Algumas partes do processo podem ser feitas via assinatura eletrônica e um profissional de contabilidade  pode realizar os cadastros mais facilmente, já que detém o conhecimento e as ferramentas necessárias para isso.

Além dos procedimentos iniciais, após a regularização do negócio também existem outras etapas que precisam ser cumpridas como a definição do regime tributário e formas de investimento, contribuição tributária e planejamento financeiro. Isso fará com que a empresa prestadora de serviços alcance uma posição sustentável no seu mercado de atuação. 

E para que isso aconteça, contar com uma equipe de contabilidade é a escolha certa para que os resultados passem a aparecer.

Planconsul Assessoria Contábil: os serviços que você precisa para ter êxito na abertura, legalização e gestão da sua prestadora de serviços

Abrir uma empresa prestadora de serviços com êxito em São Paulo ficou ainda mais fácil.

Com os processos otimizados, você conseguirá dar início às atividades e empreender com sucesso.

Se ficou com alguma dúvida ou necessita de auxílio nessa jornada, conte conosco!

Nós, da Planconsul, dispomos de profissionais altamente capacitados para cuidar de toda a parte burocrática e financeira na abertura, legalização e gestão da sua prestadora de serviços. 

Desenvolver uma gestão financeira pode ser um diferencial nos seus negócios. Então, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo!

Até logo!

Contratar um profissional para me auxiliar na abertura da minha prestadora de serviços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *